Algumas pessoas acreditam que bom gosto é sinônimo de coisas caras. Portanto, a única forma de conseguir algo bonito seria abrindo a carteira e dando adeus ao seu dinheiro. Será que isso está correto? A resposta é não, é possível decorar gastando pouco.

Decorar um imóvel não é uma tarefa automática, independentemente do quanto você tem para investir. Se fosse assim, não existiriam profissionais dedicados à ambientação das casas de seus clientes.

Contudo, existem tendências e dicas que podem te ajudar a acertar nas escolhas dos itens que irão compor o seu projeto de decoração. Quer entender mais sobre esse assunto? Então, leia este artigo até o final!

1. Entenda a sua personalidade

Quando você vai comprar uma roupa, como você escolhe as peças? É provável que olhe com atenção a qualidade do tecido, observe o preço, procure algo que achou bonito em outra pessoa e, claro, experimente.

Essa mesma lógica deve ser aplicada à decoração. Evite agir por impulso, comprando objetos sem entender o porquê. Tire um tempinho para conhecer a sua personalidade e definir que tipo de itens podem ser incluídos para enfeitar a sua casa.

Por exemplo: você é uma leitora voraz. Tem coleções das suas sagas preferidas. Então, que tal tirar esses livros das caixas e exibi-los em uma estante ou prateleira? Assim, suas visitas poderão aprender mais sobre você.

2. Dê vida ao seu sofá antigo

De vez em quando, as pessoas se cansam do estilo dos seus móveis, isso é normal. Agora, não dá para trocar de sofá, sempre que isso acontece, né?

A forma mais simples de decorar gastando pouco é usando recursos para mudar a aparência do que já existe. No caso do sofá, isso pode ser feito trocando a capa. Aliás, capas de sofá são muito úteis para quem tem crianças e pets.

Se a estrutura do seu móvel permitir, você ainda pode substituir o tecido. É um investimento muito mais baixo do que comprar um novo e mudará radicalmente a sua sala.

Ademais, mantas e almofadas conseguem trazer charme a qualquer sofá. Essa sugestão é ainda mais recomendada no inverno, pois torna a sua sala mais aconchegante.

Escolha uma manta que não tenha a mesma cor do sofá. Já as almofadas devem adicionar alguma textura ao móvel. Você pode comprar diversas capas de almofadas e, assim, ter estampas diferentes sempre que quiser.

3. Aproveite a estrutura da sua estante

Uma estante costuma denunciar a própria idade. Se ela tem compartimento para guardar CDs, sabemos que foi fabricada nos anos 2000. Se o espaço para um televisor tiver grande profundidade, perfeito para um aparelho de 29’’, o móvel deve ser dos anos 1990.

O que as pessoas se esquecem na hora de decorar gastando pouco é que uma estante pode ser modificada, transformando-se em outras coisas. Sua estrutura pode dar vida a prateleiras, virar um armário ou até mesmo um baú — sim, a estante pode ser colocada na horizontal.

4. Use papéis de parede

Investir em pintura exige tempo e dinheiro, por isso, quem quer decorar gastando pouco pode optar pelo papel ou tecido adesivo de parede. A principal diferença entre esses produtos é que o tecido adesivo é mais fácil de ser aplicado.

A durabilidade média deles é de três anos para os nacionais (e mais baratos) e dez para os importados. Existe uma infinidade de estampas. Você pode mudar completamente o visual de um cômodo apenas usando essa dica. Há ainda adesivos personalizados, ideais para decorar o quarto das crianças.

5. Pinte algumas paredes

Se você olhou os modelos de papéis e adesivos de parede, mas nenhum chamou a sua atenção, saiba que dá para decorar gastando pouco usando tintas. Nesse caso, você deve pintar algumas paredes, assim, a nova cor criará um contraste com o tom que já existe, renovando o ambiente.

Se o cômodo for pequeno, escolha cores mais claras, já que elas transmitem uma sensação de amplitude. Fuja das cores escuras! Elas exigirão mais iluminação e podem aumentar o valor da sua conta de eletricidade.

Outra dica é não sobrecarregar o ambiente. Se a sala já conta com móveis escuros, não é uma boa ideia usar esses mesmos tons na parede.

6. Dê uma chance aos espelhos

Os espelhos podem ser um curinga na hora de decorar gastando pouco. Contudo, você precisa descobrir se a imagem refletida pelo objeto é bonita. Um jardim, a sala de jantar, uma janela etc. O que o seu espelho refletirá?

Outro ponto importante é o sol. Jamais posicione o espelho de modo que ele reflita diretamente a luz solar. Isso aumentará a temperatura do ambiente e pode danificar os seus móveis.

Lembre-se de que o espelho ajuda a melhorar a sensação de amplitude do cômodo. Por isso, se o local transmitir a sensação de ser horizontalmente pequeno, escolha um espelho horizontal. Agora, se você estiver incomodada com a altura do cômodo, opte por uma peça verticalizada. Se for colocar apenas um espelho na parede, lembre-se de centralizá-lo.

7. Cultive plantas

Vasos de plantas e arranjos de flores podem contribuir para a sua decoração, desde que você se atente a alguns detalhes. O primeiro deles está relacionado à iluminação do local. Quanto mais luz do sol, mais água a planta precisará. Existem exceções, como os cactos, mas, em geral, a regra é essa.

Além disso, escolha espécies que você possa cuidar. Se a planta apresentar falhas na folhagem e der a impressão de que está doente, ela não cumprirá seu propósito decorativo.

Mantenha um certo padrão entre as plantas e vasos. Por exemplo: tipos tropicais, com folhagem mais colorida, ficam lindas em vasos artesanais, que remetam aos seus locais de origem. Agora, as orientais, como os bonsais, pedem vasos mais sóbrios.

Uau! Quem diria que é possível decorar gastando pouco, não é verdade? Com todas essas dicas você criará uma decoração linda, investindo apenas uma fração do que aplicaria se fosse comprar objetos de luxo.

Se você quiser mais dicas de decoração, continue aqui no blog, pois temos um artigo incrível com seis dicas para ampliar um espaço pequeno. Leia agora mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *