Existem algumas frases feitas que espelham muito bem a realidade. Uma delas, muito conhecida, é a que diz “Quem casa quer casa”, e essa é a mais pura realidade.  Por isso, é muito importante na vida dos casais, na hora de planejar o casamento, levar em consideração não só a cerimônia em si, mas também as possibilidades da tão sonhada compra da casa própria.

Quando chega a época de programar o casamento, é preciso pensar em tudo: datas, roupas, padrinhos, convidados, cerimônia, festa, lua de mel, etc. São muitas as escolhas e diversas opções. Agora, some a isso as possibilidades existentes para a aquisição de um imóvel para seu novo lar. Assusta, não é mesmo?

Mas essa decisão não é tão difícil assim, como pode parecer. Basta se organizar, planejar, pesquisar, trocar ideias com outras pessoas e, claro, com o seu companheiro (a).

Mas fique atento: entre o casamento e o sonho da casa própria, se acumulam muitas despesas ao mesmo tempo, e será necessário todo o planejamento do mundo.

Definindo prioridades

Apesar da euforia e ansiedade de ter aquela festa maravilhosa com inúmeros convidados, nunca se pode esquecer que a festa irá durar apenas algumas horas e que após ela você estará casada(o) e precisando de uma casa.

É bastante comum que o orçamento para aquisição de um imóvel não contemple o valor total da compra, ainda mais quando se está organizando sua festa de casamento.

Portanto é importante colocar na balança o que é mais importante, ter a festa dos sonhos e depois ir morar com a sogra ou apertar um pouco o cinto para economizar na festa e aplicar esse dinheiro na compra da casa própria.

Analise o mercado

Se você escolheu como prioridade a compra da sua casa própria e assim como a maioria dos brasileiros não possui todo o recurso para a compra do imóvel, o financiamento imobiliário,se bem analisado, é uma ótima alternativa.( Bancos públicos como Caixa e Banco do Brasil geralmente possuem condições bem diferenciadas em relação aos bancos privados).

Mas como nada é perfeito, aqui também é necessário um investimento inicial para dar como entrada, já que é muito difícil um financiamento de 100% do valor do imóvel. O saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é uma ótima opção para compor a entrada, e, como um casal, é possível usar o de ambos para poder dar um valor maior e, assim, reduzir os juros a se pagar no financiamento.

Agora pensando nas opções de imóveis,  o financiamento de imóveis usados geralmente possuem taxas maiores e as restrições dos bancos na hora de aprovar o financiamento também é maior.  Portanto, se possível, é melhor optar por um imóvel novo.

Além disso, também existe a dúvida da casa ou apartamento. No primeiro momento você verá ofertas maiores de apartamento e com o preço mais acessível, mas não se precipite, hoje já é possível financiar o lote + construção da casa, onde o custo final poderá ser o mesmo de um apartamento,porém com muito mais conforto e espaço.

Acredite

Sem dúvida, com planejamento e definindo os investimentos destinados para festa e para a compra da casa própria, o final será feliz.

Veja algumas Dicas para comprar a casa própria. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *