Financiamento para lote e construção: como fazer?

Fique por dentro do nosso conteúdo e receba tudo o que você precisa saber sobre loteamentos, desde investimento a construção

O financiamento de lote e construção é uma boa opção para quem deseja sair do aluguel, mas não encontra um imóvel pronto que atenda as necessidades de sua família e ainda caiba no orçamento.

Essa modalidade de crédito é oferecida por diversos bancos, cada um com suas taxas e vantagens. Para conseguir o benefício, o cliente precisa passar por uma série de etapas. Na verdade, o processo é bem parecido com o financiamento do imóvel pronto, mas tem a vantagem de o cliente poder personalizar a casa ou apartamento de acordo com suas necessidades.

Quer saber como funciona esse tipo de financiamento? Então continue a leitura que daremos mais detalhes.

Como funciona o financiamento para lote e construção?

Nessa modalidade de crédito você pode comprar um lote e construir ou caso você já tenha o terreno, você pode financiar apenas a construção. No caso de financiamento do lote, ele precisa cumprir alguns requisitos como: o bairro deve ter toda infraestrutura pronta para construir imediatamente e o tamanho do terreno deve ser de no mínimo 180m².

Além disso, o terreno deve estar com toda documentação em dia para que o banco libere o crédito para compra. A taxa de juros do financiamento é semelhante ao da compra de um imóvel pronto e as prestações não podem ultrapassar 30% da renda bruta do responsável pelo contrato. O prazo para pagamento pode ser de até 360 meses.

Caixa Econômica Federal

No financiamento da Caixa Econômica Federal o financiamento e concedido por meio de carta de crédito. São permitidos lotes com valor mínimo de R$ 200 mil e podem ser financiados valores a partir de R$ 100 mil.

O cliente pode pagar em até 18 anos, ou seja, 216 parcelas que não podem exceder 30% da renda familiar.

Banco Bradesco

O Banco Bradesco também oferece financiamento de terrenos. Aqui, no entanto, o prazo para pagamento é de dez anos. 

A instituição permite que sejam financiados lotes urbanos com valor de até R$ 950 mil, sendo possível parcelar até 70% do valor avaliado.

Outra exigência do Banco Bradesco é de que o valor das parcelas não ultrapassem 20% da renda familiar.

Banco Itaú

Outra instituição que concede crédito e financiamento para compra de terrenos é o Banco Itaú. Aqui, o valor mínimo para financiamento é de R$ 133.334, sem limite máximo — desde que o valor não passe de 82% do valor avaliado do imóvel. 

É exigido que o valor das parcelas não comprometa mais do 35% da renda total familiar, para não afetar a adimplência. 

O Banco Itaú também permite que as taxas de cartório sejam incluídas nas parcelas, ou seja, você não vai se descabelar com pagamentos obrigatórios na hora de adquirir o lote.

Para escolher um banco, o ideal é conhecer as taxas praticadas. Uma dica é você ser correntista para receber mais benefícios. Não deixe de conversar com seu gerente para conseguir melhores condições.

Quais as vantagens desse tipo de financiamento?

A principal vantagem é que você tem mais liberdade para construir sua casa de acordo com as necessidades de sua família — o que não é possível ao financiar um imóvel pronto.

Além disso, você pode usar seu FGTS para quitar parte do financiamento. Dependendo de sua renda, a Caixa pode liberar até 80% do valor total necessário para a aquisição do lote e dos custos da construção. E o melhor de tudo é que famílias com renda de até R$ 3.600,00 têm acesso a taxas de juros diferenciadas.

Outro benefício é que você monta a planta do seu imóvel do jeito que quiser. Imóveis prontos permitem reformas, mas elas custam muito dinheiro e ainda podem causar grandes transtornos na sua vida familiar.

É possível adaptar o espaço para as suas prioridades. Quem não abre mão de um quintal, por exemplo, pode reduzir a metragem construída. Da mesma forma, quem sonha com cômodos amplos pode deixar um espaço menor de área externa.

Comprar lotes também é uma forma de garantir a segurança do seu patrimônio a longo prazo. Como o valor é muito menor do que de uma casa construída, você pode garantir lucros para os próximos anos, seja com a construção levantada ou não.

Uma boa ideia é adquirir um lote em áreas ainda em desenvolvimento. Como esses bairros oferecem opções mais baratas e ainda estão em processo de urbanização, com o passar dos anos a valorização do bem pode aumentar muito.

A única desvantagem é em relação à burocracia do processo de construção, pois ao longo da obra são realizadas diversas vistorias (falaremos a respeito mais adiante), o que torna o processo um pouco longo. Mas apesar disso, o custo-benefício vale a pena.

O que é necessário para conseguir o financiamento?

Para conseguir ter acesso ao crédito para financiamento de lote para construção junto com o lote, é preciso ter mais de 18 anos, ter comprovação de renda e ser brasileiro nato e naturalizado

Além do mais, o cliente não ter restrições em serviços de proteção ao crédito como SPC e Serasa. Abaixo, listaremos um passo a passo de como conseguir o financiamento. Confira!

1. Faça uma simulação para saber sua capacidade de financiamento

Mesmo que o banco financie até 80% do valor total necessário para financiar o lote e a construção, pois o valor liberado depende de sua renda. Para saber sua capacidade de financiamento, você pode pedir auxílio ao seu corretor de imóveis, ir ao banco ou ainda fazer uma simulação pelo site da caixa.

Depois de comprovada sua capacidade de financiamento, é hora de juntar a papelada para fazer seu planejamento financeiro. Essa é uma etapa essencial para que você não seja pego de surpresa com taxas e valores inesperados.

2. Faça uma reserva financeira?

Para que o banco libere crédito para financiar a construção de sua casa e o terreno, você precisa ter um valor para dar entrada. Por exemplo: se sua renda permite o financiamento de 80% dos custos totais com a obra, você deve ter 20% do valor em mãos para dar a entrada.

Além disso, há outras demandas que devem ser pagas ao longo do processo como o projeto da casa e encargos junto à prefeitura de sua cidade. Há ainda o pagamento de algumas despesas de financiamento também que não são cobertas pelo banco e o registro do financiamento junto ao cartório de imóveis.

3. Procure o terreno

Depois de aprovado seu financiamento é hora de escolher onde morar. Então, procure um terreno que atenda aos critérios do banco e esteja de acordo com as necessidades de sua família. Vale lembrar que o terreno deve estar dentro de um valor limitado, pois uma parte do crédito é voltado também para os custos com a construção.

Depois de escolhido o terreno, o banco avalia o bem e ele cumprir os critérios estabelecidos, o crédito é liberado para o proprietário do lote.

4. Inicie a construção

Depois de tudo pronto, você vai precisar contratar os profissionais para dar o andamento na construção de sua casa. Você vai precisar contratar pedreiros, serventes, pintores, eletricistas e ainda comprar todo o material necessário para a obra. Nessa etapa você tem duas opções: ou você mesmo resolve tudo ou contrata uma empresa.

Se você mesmo resolver cuidar de tudo, vai poupar um dinheiro, mas em compensação, vai ter muito trabalho, pois obras consomem muito do nosso tempo. Ao contratar uma empresa você tem um custo extra, mas terá alguém especializado cuidando de tudo: desde a contratação até o pagamento dos funcionários ao contato com fornecedores, caso haja algum contratempo em relação a entrega de materiais.

O banco libera dinheiro para a construção

Quando você contrata um financiamento para construção junto com o lote, o banco vai liberando o crédito para pagar os materiais por etapas.

Sendo assim, a cada compra feita é liberada uma quantia para o pagamento daquele material. A liberação pode ocorrer em até 10 etapas.

Vale ressaltar que apesar de ser flexível, o financiamento para lote e construção é muito burocrático, pois ao longo da obra, são realizadas diversas vistorias. Elas são realizados por engenheiros da Caixa e depois de cada auditoria, o banco libera mais dinheiro para pagar a próxima remessa do material.

Além disso, as vistorias são uma forma de a Caixa se certificar que o dinheiro emprestado está sendo utilizado para o devido fim. Embora seja necessário, todo esse processo torna o andamento da construção um pouco lento. Então, você deve ter em mente que não vai se mudar tão rápido quanto imagina.

Se quiser ainda mais segurança na hora de comprar seu lote, não deixe de contar com profissionais do ramo. Eles podem orientar você a respeito da compra e ainda mostrar as melhores opções dentro do que você pode pagar e precisa para ter qualidade de vida.

Agora que você já sabe como funciona o financiamento de lote, é hora de aprender como escolher o pedaço de terra ideal para tudo o que você precisa. Não quer perder tempo? Então baixe agora mesmo nosso e-book sobre como escolher o seu lote e garanta uma compra tranquila e sem arrependimentos!

Como escolher o seu lote?

Como escolher o seu lote?

baixe agora

Lourenço Lage

materiais

Baixe agora os materiais educativos da IMG
Fique por dentro do nosso conteúdo e receba tudo o que você precisa saber sobre loteamentos, desde investimento a construção