Financiamento de lotes ou casas e apartamentos: entenda as diferenças

Fique por dentro do nosso conteúdo e receba tudo o que você precisa saber sobre loteamentos, desde investimento a construção

Quem deseja adquirir um imóvel próprio pode ficar em dúvida entre utilizar um financiamento de terreno ou já comprar uma casa ou apartamento construído.

Para esclarecer isso, é fundamental saber como funciona um financiamento e quais são as vantagens e desvantagens de cada opção. A partir daí é possível elaborar um bom planejamento e saber exatamente pelo que você está pagando.

Neste artigo explicamos algumas diferenças entre essas alternativas e mostramos por que contar com um financiamento de lote é uma ótima escolha. Acompanhe!

Como funcionam os financiamentos de lotes ou imóveis construídos?

As regras de um financiamento dependem principalmente da instituição financeira que está oferecendo esse serviço. Todo o procedimento e os requisitos exigidos pela Caixa Econômica Federal são diferentes dos que são necessários no Banco do Brasil, por exemplo.

Uso do FGTS

Geralmente há algumas regras específicas para o financiamento de terreno que são diferentes das exigências para o parcelamento de casas ou apartamentos.

Um dos pontos mais importantes em relação ao financiamento de um terreno é que não há possibilidade de utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço para abater o saldo devedor, antecipar parcelas ou ajudar no pagamento da entrada.

No entanto, a Caixa Econômica Federal disponibiliza a opção de fazer o financiamento do terreno e da construção, comprovando que o lote será utilizado para a própria moradia.

Para utilizar o FGTS nessas condições é necessário ter mais de 18 anos ou ser emancipado, ter capacidade de pagamento, não ter o nome sujo, não ter outro imóvel no município e não ter outro financiamento ativo.

Valor do imóvel e parcelamento

As parcelas dos financiamentos também não podem comprometer mais do que 30% da renda comprovada — lembrando que é possível somar os rendimentos do cônjuge nessa conta.

Pelos financiamentos do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), o limite do valor a ser financiado é de R$ 1,5 milhão. Nos financiamentos do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) não há um teto, mas os juros costumam ser maiores.

Em relação às parcelas, cada instituição define qual será a sua duração e o valor. No financiamento de lotes, é comum que o prazo seja menor, sendo possível financiar cerca de 70% do valor do imóvel.

Quais são as vantagens de financiar um lote?

Agora que você sabe como funcionam os financiamentos e algumas diferenças entre eles, a seguir mostraremos vantagens de optar pela aquisição de um lote.

Facilidade para a aprovação do financiamento

Como os lotes costumam ter valores menores do que os imóveis com uma construção, fica mais fácil obter a aprovação do financiamento, tendo em vista que os rendimentos da família podem não ser tão altos.

Para confirmar a renda é preciso apresentar comprovantes. Para os empregados de carteira assinada esse é um procedimento mais simples, bastando apresentar uma cópia da CTPS e as folhas de pagamento para que o rendimento seja analisado.

Para os autônomos essa tarefa pode ser um pouco mais complicada: será necessário apresentar recibos, cópia da declaração do Imposto de Renda, declaração comprobatória de percepção de rendimentos, extratos bancários etc.

Isso faz com que muitos contribuintes individuais não consigam comprovar a sua renda real, precisando recorrer à soma com os rendimentos do cônjuge, por exemplo.

Como um financiamento de lote costuma ser mais barato do que os de imóveis já com construções, o rendimento comprovado não precisa ser tão alto para que as parcelas do contrato não comprometam mais do que 30% da renda.

Isso facilita a aprovação do financiamento, uma vez que a falta de comprovação de renda suficiente para o contrato é uma das causas mais comuns para que esses parcelamentos sejam negados a quem quer adquirir um imóvel.

Vistoria facilitada

Ao requerer um financiamento é preciso comprovar todos os requisitos exigidos pela instituição financeira que oferece esse tipo de parcelamento. Uma dessas exigências é em relação ao imóvel: valor máximo, construção, se ele é novo ou usado etc.

Para cumprir isso, a instituição financeira vai designar um profissional especializado, como um engenheiro civil, para fazer uma vistoria no imóvel. Lá ele vai verificar se o bem cumpre todos os requisitos e emitir a documentação necessária para a aprovação do crédito.

Em imóveis já construídos essa etapa costuma atrasar bastante o procedimento, afinal, o profissional precisa fazer uma análise detalhada da estrutura e dos registros específicos — como o Habite-se na prefeitura e outras inscrições —, o que demanda uma vistoria minuciosa.

Quando há financiamento de terreno, essa fase costuma ser bem mais rápida, visto que não há realmente uma vistoria, apenas a verificação se o lote tem todos os registros necessários nos órgãos específicos, como Cartório de Registro de Imóveis e prefeitura do município.

Além disso, será necessário verificar se a metragem do lote é exatamente igual àquela que está citada na escritura registrada na matrícula. Fazer tudo isso é bem mais simples e rápido, deixando o procedimento de aprovação com menos etapas e problemas.

Menor custo total

Como já falamos, os lotes têm valores menores do que aqueles imóveis com uma construção pronta. No entanto, é fundamental calcular o custo total da aquisição, ou seja, o valor do terreno mais a obra que você quer fazer.

Geralmente o custo total é menor, mesmo adicionando os valores referentes à construção que você quer fazer. Claro que isso depende de vários detalhes, como tamanho da obra, tipo de empreendimento, localização, condições e estrutura prévia do lote etc.

No entanto, isso também gera outras vantagens. Primeiramente você conseguirá planejar a sua residência do jeito que quiser: quantidade de cômodos, tamanho total da construção, espaço interno, áreas para lazer, quintal, jardim etc.

Com esse planejamento também fica mais fácil buscar alternativas que se encaixem no seu orçamento. Você pode alterar os tipos de acabamento, pesquisar fornecedores de mão de obra mais em conta, comprar alguns itens usados e até mesmo ajudar em algum detalhe.

Tudo isso pode reduzir o custo do seu novo imóvel, sem contar que toda essa possibilidade de personalização fará a residência ser perfeita para a sua família, uma vez que tudo será do seu jeito e de acordo com as necessidades dos moradores.

Sabendo como funciona o financiamento de terreno em relação às casas ou aos apartamentos prontos, você pode entender melhor todas as vantagens dessa aquisição, se planejando melhor para conseguir adquirir o seu imóvel próprio!

Agora que você já conhece as vantagens de optar por um financiamento de terreno, que tal conferir o nosso artigo sobre como utilizar o FGTS na compra de imóvel?

Como escolher o seu lote?

Como escolher o seu lote?

baixe agora

Equipe IMG

materiais

Baixe agora os materiais educativos da IMG
Fique por dentro do nosso conteúdo e receba tudo o que você precisa saber sobre loteamentos, desde investimento a construção
Converse com a gente no WhatsApp